Antes do rec!

Ao chegar numa locação poucas coisas se repetem, sempre é um momento novo, equipe em uma fase nova, além das condições climáticas. Mas um dos elementos que devem ser repetidos é o cuidado com o balanço de brancos, principalmente em vídeo.


Hoje, boa parte dos equipamentos audiovisuais levados para externas e momentos run and gun/guerrilha são híbridos. Isso passou a ser um fato quando em 2008 a Canon lançou o modelo 5D mark II com gravação em 1920x1080 (FullHD), desde então o mercado absorveu essa novidade com bons olhos e hoje o que mais se vê são as híbridas em ação.


via Wikipedia

Apesar das câmeras híbridas exercerem excelente função em vídeo, vale lembrar que são primariamente, câmeras fotográficas, portanto têm lá suas limitações técnicas e de hardware também.


Em sua maioria, as câmeras, sejam elas DSLRs ou Mirrorless, gravam vídeos em 8 bits (256 tons por canal RGB - 256R x 256G x 256B = 16.777.216 cores - parece muito, mas isso pode gerar transições de tons ruins), na mesma proporção de um arquivo JPG, em contrapartida, quando falamos de fotografias, as câmeras mais modernas utilizam de 12 (4096 por canal) a 14 (16.384 por canal) bits em formato RAW (poucas em 16).


Os vídeos captados em 8 bits podem receber tratamento muito parecido com o tratamento que podemos dar a fotos em formato JPG, ou seja, precisam ser captados praticamente prontos ou com poucos ajustes deixados para a pós-produção. Não se engane, quase nada da pra se resolver na pós-produção.



via B&H


Agora que você está ciente das limitações de arquivo de uma câmera comum (as dedicadas a vídeo - broadcast principalmente - já utilizam arquivos 10 bits desde 1993, mas a um custo totalmente diferente das câmeras híbridas) uma das primeira coisa que se deve fazer ao chegar numa locação é bater o branco.


O balanço de branco, deve ser decido antes, junto com a escolha de mood da cena, filme ou projeto, assim a finalização fica muito mais tranquila, entretanto, existem projeto com mais de uma câmera, diversas locações e uma das formas mais práticas de garantir um bom balanço de brancos inicial é utilizando um cartão cinza 18%.


Arquivos de 8 bits permitem sim pequenos ajustes nos brancos, faça o teste. O problema começa quando existes grandes discrepâncias entre o branco pretendido e o captado. E nunca utilize o balanço de branco automático da sua câmera, seja ela qual for.

Pense na cena: Externa, em uma praça, luz do sol às 16h, poucas nuvens. Você começa a utilizar o balanço de branco automático e vê que as roupas dos assuntos estão com uma cor boa. Após 2 minutos de gravação, uma nuvem passa sobre os assuntos. A câmera vai tentar ajustar para o novo momento e depois ajusta de novo quando a nuvem passa.


Entendeu o quão caótico pode ficar seu arquivo de vídeo? Não espere salvação na pós, porque situações como essa são quase impossíveis de se reverter.


Mas por que o cinza 18%?


Mais comum no mundo fotográfico, é um padrão criado para todas as câmeras. O cinza 18% reflete exatamente este número em luz que incide sobre ele, é baseado em uma média matemática de 3% do preto e 90% de branco. Um padrão para exposição, usado para medição. Quando o fotômetro de mão foi incorporado às câmeras.





Sendo um padrão universal, todas as câmeras entendem que a luz que entra nela através das lentes reflete exatamente este número e isso é válido para qualquer câmera e qualquer lente mesmo!


A partir disso, o cinza 18% sendo a média geral é perfeito para os projetos de vídeo, utilizado para garantir a exposição correta (um fotômetro de mão é ainda mais adequado, pois pode medir várias luzes de maneira precisa em F/stops) e para garantir o equilíbrio de branco correto.

Antes de apertar rec, coloque um cartão cinza 18% na frente de todas as câmeras e bata o branco igualmente, as câmeras mais modernas têm uma opção de customização. Deixe tudo igual!


Mesmo gravando em log (perfil flat que permite tratamento na pós-produção - falaremos mais em outro post), esse processo é necessário. Assim, na pós-produção fica muito mais prático criar um ajuste ou um balanço de branco criativo ou até mesmo um tratamento de cor novo, mas já tendo uma imagem ótima inicialmente. E o melhor de tudo, um cartão cinza 18% é super barato!



Extra: Também existem tabelas próprias para vídeo, muito mais complexas como o ColorChecker, utilizada principalmente quando temos várias câmeras diferentes. Essa tabela além de ter o padrão cinza 18% tem uma seleção de cores que servem para parear todas as câmeras com uma só referência em tons de pele, verdes, amarelos e tudo mais, agilizando ainda mais a pós-produção.







© 2019 por 4x Produções.